Como financiar sua educação nos EUA - Invista em Você mesmo!

Como muitos estudantes, americanos e internacionais, você provavelmente está preocupado em como pagará seus estudos nos EUA. Não deixe que isso estrague os planos ótimos que fez. Com um pouco de planejamento, tudo é possível. Se estiver se sentindo sobrecarregado por causa do custo, lembre-se do que significará um diploma e uma educação americana para o seu futuro. Um dos melhores investimentos que se pode fazer é em educação. Invista em você mesmo. Além disso, nem todo o dinheiro será gasto em taxas de laboratório e multas por atraso de livros na biblioteca. Você usará o dinheiro para se divertir em coisas como viagens para esquiar, programas noturnos na cidade e sushis com os seus novos amigos!

Faça uma estimativa exata do custo total dos seus estudos nos EUA para então elaborar um orçamento exato. É preciso levar muita coisa em consideração no orçamento. Lembre-se de que muitas universidades e faculdades nos EUA exigem que os estudantes internacionais paguem a anuidade do primeiro ano de uma só vez. Para fazer um pagamento grande assim, você e sua família provavelmente precisam começar a economizar com bastante antecedência.

Apesar disso, não deixe que o custo de uma educação superior nos EUA o assuste! Estudar nos EUA e adquirir proficiência em inglês ajuda a obter empregos melhores e mais seguros. No final, sua educação se pagará múltiplas vezes no futuro.

Bolsas de estudo

Pouquíssimas universidades e faculdades americanas são capazes de oferecer ajuda financeira a estudantes internacionais. Assim, é essencial que você e sua família se encarreguem dos custos dos estudos, estadia e alimentação. As bolsas de estudo têm valores diferentes e uma bolsa cobrirá apenas uma pequena porção do custo total necessário para passar um ano letivo nos Estados Unidos.

Você pode escrever para a escola de sua escolha e pedir um formulário de solicitação de bolsa de estudo. Mas antes verifique se é possível financiar seus estudos com dinheiro da sua família, governo, instituição de origem e outras organizações às quais você pertence. Você terá mais oportunidades e não estará concorrendo com estudantes de todo o mundo. Além disso, se a bolsa de estudo for do seu país, o processo talvez seja mais fácil para você.

Empréstimos

Empréstimos podem possibilitar os seus estudos como estudante internacional nos Estados Unidos. Existem empréstimos para estudantes internacionais disponíveis. Ainda que a maioria dos estudantes americanos faça empréstimos para estudar, fazer um empréstimo é coisa séria. Pesquise detalhadamente outras opções primeiro. O melhor é conseguir o maior valor possível, dinheiro que não precisará devolver, e então, se necessário, suplementar esse valor com empréstimos. Compare as condições e taxas de juros de diversas instituições financeiras até encontrar o melhor empréstimo para o longo prazo.

Como qualquer outro investimento, lembre-se do retorno. Você estará investindo em sua futura carreira e capacidade de ganho.

Trabalho/Estudo

Estima-se que 75% de todos os estudantes de tempo integral de universidades e faculdades dos EUA trabalhem no mínimo meio período. Se estiver vindo aos EUA por um período mais longo do que um curso curto ou intercâmbio, você provavelmente terá um visto F-1. Este tipo de visto permite a participação em programas de estudo/trabalho na instituição de ensino. Pode ser interessante trabalhar algumas horas adicionais em seu próprio país, já que as restrições do visto dos EUA reduzem o número de horas que você pode trabalhar.

Exames de admissão: US$500

Exames de admissão em faculdades e universidades, como o SAT, TOEFL e GMAT, podem custar entre US$50 e US$500. Podem existir taxas adicionais para o processamento, envio dos resultados para a escola, etc. É importante fazer os exames com bastante antecedentes para que a escola receba os resultados antes de vencer o prazo de inscrição. Existem taxas adicionais para o envio urgente dos resultados do exame.

Taxas de inscrição: US$250 – US$600

As taxas de inscrição que cobrem custos administrativos e de processamento variam de US$250 a US$600 por inscrição. A maioria dos estudantes solicita inscrição em no mínimo de 4 a 10 instituições.

Preços do Cursos:

Graduação:                       US$2.200 - US$33.480

Pós-graduação:                US$8.340 - US$28.890

Doutorado:                        US$10.510 - US$40.980

Os preços dos cursos variam bastante de escola para escola e localização. Dependendo de onde você escolher para estudar, sua anuidade poderá variar de US$2.200 a US$32.405 (graduação). Geralmente, escolas de inglês como segunda língua (ESL) e community colleges são mais baratos do que faculdades e universidades. Instituições estaduais são financiadas pelo governo estadual local e pelo governo federal, e são mais baratas do que as universidades e faculdades particulares. No entanto, a maioria das instituições estaduais cobra uma taxa maior para estudantes de fora do estado, como os estudantes internacionais, e você deve considerar, no seu orçamento, uma inflação anual de cerca de 5% nos custos da escola. Um website útil para comparar anuidades é o collegeboard.com.

Acomodação e refeições: US8.060 – US$11.980

A maioria dos estudantes prefere morar em alojamento ou residência estudantil pelo menos durante o primeiro ano letivo. Algumas escolas exigem que os calouros morem em alojamentos estudantis durante o primeiro ano. Geralmente duas ou mais pessoas dividem uma quarto, o que é uma ótima maneira para fazer amizades e, juntos, conhecer a universidade ou faculdade americana. Em muitos campus também existem alojamentos para estudantes casados e famílias.

Áreas rurais são geralmente menos caras do que cidades grandes. Em grandes cidades e em institutos de língua inglesa, os estudantes podem gastar menos morando fora do campus. Os contratos de aluguel nos EUA geralmente exigem pagamento do primeiro e do último mês de aluguel mais um depósito de segurança.

Outra opção escolhida por alguns estudantes é a de morar com uma família americana. Isso geralmente é chamado de homestay. Se a sua escola tiver essa opção, eles poderão coordenar a estadia do tipo homestay. A sua universidade ou faculdade também pode fornecer uma lista de empresas que providenciam hospedagem em casas de família. Não hesite em pedir orientação.

A família fornecerá um quarto só para você ou um quarto compartilhado, café da manhã e jantar em um ambiente familiar. A opção de morar com uma família é especialmente boa para estudantes mais jovens que não estão acostumados a morar sozinhos. Também é uma boa maneira de tornar-se proficiente em inglês e vivenciar o estilo de vida familiar americano.

Custo de viagem: US$500 – US$3.000

Para calcular seus custos de viagem, pesquise os preços de passagens desde o seu país até os Estados Unidos. Os custos de viagem podem variar dentro dos Estados Unidos devido a seu tamanho, portanto uma passagem aérea de ida e volta dentro dos Estados Unidos poderá variar aproximadamente de US$160 a US$700.Livros e materiais didáticos: US$900 – US$1.300

Você é responsável pela compra de livros, cadernos, acessórios para computador e outros materiais didáticos. Planeje gastar cerca de US$1.000 por ano em livros e materiais didáticos. Quando possível, compre ou alugue livros didáticos usados. Websites como efollet.com e amazon.com são boas opções para comprar livros usados. Isso economizará muito dinheiro. Também é possível vender os livros quando terminar de cursar a matéria. Muitas livrarias nas escolas têm um programa de comprar os livros de volta. Isso é conveniente mas, dependendo do livro e época do ano, você poderá vender seus livros on-line.

Seguro-saúde: US$350 – US$1500

Por ser um estudante internacional em uma instituição dos EUA, o seguro de saúde será obrigatório. Para começar a sua pesquisa de seguro de saúde, comece perguntando à faculdade ou universidade que gostaria de frequentar quais são as coberturas disponíveis para estudantes internacionais. Compare os serviços e preços oferecidos pela sua escola com os de outras instituições e empresas. Certifique-se de que a seguradora e cobertura atendam as exigências da escola.

Despesas pessoais: US$2.500

Naturalmente, você precisará de todas as coisas que normalmente usa em seu próprio país: itens de higiene pessoal, remédios, dinheiro para lavanderia, lavagem a seco, transporte, lazer, entretenimento, etc. Não se aconselha carregar grandes quantidades de dinheiro vivo em nenhum lugar dos EUA. Raramente é necessário dinheiro vivo, pois a maior parte das compras pode ser feita com cartão de débito ou crédito.

Não deixe que todo esse falatório sério sobre dinheiro o preocupe! Lembre-se, você está indo aos EUA para estudar—e para aproveitar! Uma parte do seu dinheiro será gasta em coisas gostosas como pizza ou sair para dançar! Talvez você queira comprar uma camiseta com os dizeres “I  New York” ou uma calça Levi’s autêntica. Equilibre a economia e a diversão—e a sua experiência será um êxito financeiro!  

Estudar nos EUA é sua meta? Você acha que pagar seus estudos no exterior parece uma coisa impossível? Não é!

Factoid: 75% de todos os estudantes de tempo integral de universidades e faculdades
dos EUA trabalham no mínimo meio período

Custo

Exames de admissão: US$500

Taxas de inscrição: US$250 - US$600

Custo da escola: US$2.200 - US$40.980

Acomodação e refeições: US$8.060 - US$11.980

Custo de viagem: US$500 - US$3.000

Livros e materiais didáticos: US$900 - US$1.300

Seguro-saúde: US$350 - US$1500

Despesas pessoais: US$2.500

Custo médio anual da anuidade por tipo de instituição, 2016– 2017

•Instituição pública de 2 anos: US$3.520

•Instituição pública de 4 anos: US$24.930

•Instituição particular de 4 anos: US$33.480

 

Custo médo de alojamento e alimentação por tipo
de instituição, 2016 – 2017

•Instituição pública de 2 anos: US$8.060

•Instituição pública de 4 anos: US$10.440

•Instituição particular de 4 anos: US$11.890

Dicas Do Estudante

“Meus pais me dão uma certa quantia de dinheiro para eu gastar com minhas despesas a cada trimestre. Minha obrigação é saber controlar o dinheiro de forma inteligente para que eu não fique sem dinheiro no meio do trimestre.”

Thao Tran, estudante do Vietnam, cursando Bioquímica no North Seattle College em Seattle, Washington

“Trabalhar como Assistente de Moradia me ajudou a equilibrar minhas finanças e assim ganhar algum dinheiro extra para gastar no meu tempo de lazer.”

Ioannis Tsangaris, estudante do Chipre, cursando Tecnologia da Informação e Sistemas de Gestão de Informação na Fairleigh Dickinson University em Nova Jérsei.

Trabalhei e economizei por muito tempo para isto. Meu governo me ajuda um pouco. Morar com uma família também ajuda porque os jantares estão incluídos e não preciso gastar dinheiro em refeições.

Maria Kanerva, da Finlândia, estudante de Administração de Empresas na Universidade Estadual da Califórnia em San Marcos, onde também frequentou o Instituto Americano de Língua e Cultura

Desde o começo, fiz uma planilha no computador. Assim, não tive problemas na hora de fazer o orçamento dos
meses seguintes.

Ligia Maciel, do Brasil, cursando Administração Hoteleira no Central Pennsylvania Community College

É necessário um bom planejamento e um acompanhamento frequente das despesas, pois o país é um convite contínuo
ao consumo.

Ana Lúcia Silva, do Brasil, Inglês no Instituto de Língua Inglesa (ELI) da Universidade da Flórida (University
of Florida)

“Sempre tive trabalho no câmpus e fiz estágios remunerados. Isso pode lhe ser útil para obter dinheiro para viajar e fazer outras coisas além das atividades escolares.” Hendrik van der Zndt, aluno da Alemanha, está estudando Finanças e Negócios Internacionais na Marquette University.

Jennifer Privette é Diretora e Assistente de Publicação do “Study in the USA” e StudyUSA.com.

SUSA_img_200x55.jpg
Baixe nossas revistas Study in the USA ®