Dica para aprender inglês

Oh, que coisa é aprender! – Shakespeare

Quando você chegar nos EUA para estudar inglês, encontrará muitas coisas surpreendentes. Por exemplo, ao chegar em Nova Yorque, provavelmente ouvirá alguns sotaques estranhos. O motorista de táxi paquistanês, o agente latino-americano da alfândega e o segurança haitiano falam o inglês que você estudou, mas o sotaque não corresponde àquele nas fitas de áudio que você ouvia em seu país. Isso é que é o legal de se estudar na maioria das comunidades americanas. Pode-se falar inglês aqui sem temor.

Os EUA talvez sejam um dos lugares mais tolerantes do mundo quanto a diferenças – e isso inclui o seu sotaque e erros ocasionais de gramática.

Greenwich Village, um dos três locais onde se tem aulas no Instituto de Língua Americana da Universidade (American Language Institute) de Nova Yorque, é, historicamente, um dos locais mais tolerantes da cidade de Nova Yorque. Isto é, você pode se sentir à vontade para andar usando a roupa que quiser sem chamar atenção. Além disso, você pode se sentir à vontade para conversar em um inglês imperfeito e os nova-iorquinos provavelmente o elogiarão. Como você pode aperfeiçoar o seu inglês nesta cidade incrivelmente tolerante, de muitos sotaques, neste país cheio de diversidade? Pedi algumas dicas aos docentes do Instituto de Língua Americana (American Language Institute) . Veja o que disseram:

ATITUDE

"Sucesso é ir de fracasso em fracasso sem perder o entusiasmo." É com essa citação de Winston Churchill que eu começo as minhas aulas. Aprender um idioma geralmente é frustrante porque, às vezes, parece que a pessoa está sempre cometendo os mesmos erro. Às vezes é difícil imaginar o futuro – uma época em que a pessoa não cometerá mais aquele erro. Mas, com senso de humor e a vontade de continuar tentando, a pessoa acaba conseguindo. A dica que eu dou é ter a capacidade de rir com seus próprios erros e perseverar.

- Priscilla Karant, professora mestre

ESTAÇÕES DE RÁDIO PÚBLICAS

Você está quase pronto para ter diálogos com falantes nativos, mas ainda falta um pouco. E se eles falarem muito rápido ou usarem palavras desconhecidas? E se você perder o fio da meada no diálogo? E se você for uma pessoa tímida com dificuldade para conversar com pessoas mesmo na sua própria língua e o simples fato de falar em inglês já o deixar nervoso? Não se preocupe. Mesmo assim você conseguirá desenvolver a capacidade de entender o modo de falar nativo sem sair do seu próprio quarto. Escolha uma estação de rádio pública que tenha entrevistas e diálogos com pessoas sobre atualidades.

Aqui em Nova Yorque existem muitos programas de rádio que eu recomendo: The Leonard Lopate Show, Fresh Air, The Takeway, This American Life e Radio Lab são programas da estação WNYC 93.9 FM. http://www.wnyc.org/shows/ Descubra um ou dois programas que você goste e faça deles os seus melhores amigos que falam inglês. Quando se faz amizade com um falante nativo de inglês, há muito para se conversar. 


- Barbara O’Hara, Professora Palestrante

PRÁTICA DE LEITURA E COMPREENSÃO AUDITIVA

Melhore o seu inglês deixando que a sua aptidão mais forte ajude a sua aptidão mais fraca. Procure usar suas aptidões de leitura e compreensão auditiva ao mesmo tempo em www.librivox.org ou www.americanrhetoric.com. Esses websites têm gravações de áudio de milhares de livros e discursos de domínio público que podem ser baixadas gratuitamente. Clique no link "online text" para poder baixar o texto dos livros e discursos. Assim você poderá ouvir as gravações enquanto acompanha a leitura do texto. Se a sua capacidade de compreensão auditiva for melhor do que a sua leitura, isso o ajudará a associar o que ouve com o que está escrito. Se a sua capacidade de leitura for melhor, você verá em formato escrito as palavras que ouve. A sua aptidão mais forte ajudará a melhorar a sua aptidão mais fraca e você poderá ler um ótimo livro ou ouvir um discurso excelente.

- Linda Ciano, Professora Palestrante

COMEÇAR ALGO NOVO

De certa forma, aprender um novo idioma é como descobrir uma nova faceta da sua personalidade. Que tal adotar um novo passatempo ou aprender algo novo – no novo idioma? Pegue um violão e aprenda novos acordes com um instrutor ou com um vídeo em inglês no You Tube. Experimente aprender uma nova culinária com a ajuda de algumas receitas do New YorK Times. Há muitas atividades novas a serem experimentadas e o fato de aprendê-las em um novo idioma fará com que o seu inglês adquira profundidade e sofisticação muito mais rapidamente.

- Philip Herter, Professor Palestrante

FAZER O QUE O INTERESSA

Aperfeiçoe o seu inglês usando os seus pontos fortes e fazendo aquilo que o interessa. Talvez você seja uma pessoa visual, um artista. Visite um museu e escolha um guia de áudio em inglês, leia uma revista de arte em inglês ou assista um filme sobre um grande artista ou movimento de arte em inglês. Desative as legendas e relaxe. Tudo bem se não entender todas as palavras. Aproveite aquilo que gosta de fazer usando o inglês!

- Robyn Vaccara, Professora Palestrante e Diretora Associado de Assuntos Acadêmicos e Docentes

FAZER UM CURSO ON-LINE

Aperfeiçoe o seu inglês fazendo um curso gratuito on-line do assunto que o interessar. Quer o curso seja em Administração ou Biologia, Economia ou Literatura Inglesa, desde que seja ensinado em inglês, você aumentará a sua fluência e vocabulário enquanto estuda um assunto de que goste. Visite www.coursera.com, www.openculture.com, www.edx.org, http//oedb.org/open e http://academicearth.org para conhecer uma grande variedade de cursos e palestras.

- Linda Ciano, Professora Palestrante

PALAVRAS CRUZADAS

Fazer palavras cruzadas em inglês é uma forma divertida de aumentar o vocabulário, melhorar a ortografia, verificar o entendimento da gramática inglesa e aumentar a capacidade de raciocínio. Para fazer palavras cruzadas é preciso ter estratégias específicas que ajudam a mente a permanecer afiada.

As palavras cruzadas podem ser encontradas em jornais, livros e websites, onde se pode baixar ou criar suas próprias palavras cruzadas. As palavras cruzadas podem ser feitas em qualquer lugar.

- John Dumicich, Professor Palestrante

LER POR PRAZER

Leia por prazer. Não tem importância se não entender todas as palavras desde que consiga acompanhar a história. Procure adivinhar o significado das palavras que não conhece observando o contexto em que são usadas. Se já tiver lido livros traduzidos do inglês, experimente lê-los novamente na versão original em inglês. Leia o máximo e tão frequentemente quanto possível. Isso fará com que goste mais do inglês e aperfeiçoe os seus conhecimentos da língua ao mesmo tempo.

- Tara Tarpey, Professora Palestrante

ASSISTIR FILMES

Assista filmes em inglês. Procure uma resenha crítica do filme no jornal ou revista. Enquanto assiste os filmes em inglês em casa, coloque as legendas em inglês para poder entender a história básica. Em seguida, assista o filme novamente sem legendas. Muitos filmes americanos colocam seus roteiros gratuitamente on-line. Visite www.simplyscripts.com

- Debbie Un, Professora Palestrante

EXPRESSÃO ORAL

Ouça palestrantes on-line e procure imitar seu ritmo e pronúncia. Grave a si mesmo falando alguns minutos todos os dias. Ouça a si mesmo.

- Deborah Smith, Professora Palestrante e coordenadora do Curso Intensivo de Inglês

COMPREENSÃO AUDITIVA, REDAÇÃO, VOCABULÁRIO

Absorva o máximo de inglês possível todos os dias: leia e ouça inglês – na televisão, no cinema ou nas ruas. Faça uma assinatura do "Word of the Day" (Palavra do Dia) em www.merriam-webster.com. Você receberá uma palavra nova, junto com a definição e alguns exemplos de como é usada, em um e-mail diário. Utilize essas palavras até conseguir fazer com que se tornem parte do seu vocabulário.

Escreva um diário em inglês. Escreva um pouco todos os dias, mesmo se for apenas um parágrafo. Trabalhe como voluntário em uma associação beneficente, ou inscreva-se em um clube ou academia de ginástica onde se fale inglês. Dê a si mesmo parabéns por tomar essa iniciativa!

- Dra. Christine Trotter, Professora Palestrante e Coordenadora de Cursos Especiais e Noturnos

ESCOLHER UM LIVRO E LER

Escolha um livro de memórias, romance ou uma obra que não seja ficção em inglês que lhe pareça interessante. Leia a primeira linha. Passeie em uma livraria. Se puder, participe de um grupo de leitura. Muitos americanos se reúnem com regularidade para conversar sobre livros que escolheram ler juntos. São os chamados grupos ou clubes de leitura.

Mantenha um diário de leituras. Use-o para anotar as frases que o impressionaram, comoveram ou fizeram com que você se lembrasse de alguém ou de alguma coisa do seu passado. Faça perguntas, observações e analise o enredo. Uma boa forma de manter um diário de leitura é copiar as frases no lado esquerdo da página e fazer comentários no lado direito. Dê a si mesmo a oportunidade de escrever livremente e se aprofundar em reflexões sobre a frase.

Ler não deveria ser uma tarefa árdua, mas sim algo relaxante e divertido. Se achar que está muito difícil, escolha um livro mais fácil na próxima vez. Não desista. Ler aumenta a fluência e o vocabulário, além de conectá-lo com a língua de uma forma envolvente. Divirta-se!

- Maxine Steinhaus, Professora Palestrante e Coordenadora de Atividades Especiais

Quando pedi aos docentes do Instituto de Língua Americana (American Language Institute) dicas relacionadas ao aprendizado de inglês, acolheram de muito bom grado a proposta e sugeriram várias coisas. Incluí apenas algumas aqui, mas nós todos esperamos que vocês consigam colocá-las em prática. Desejamos sorte e sucesso na sua aquisição do inglês!

SUSA_img_200x55.jpg
Baixe nossas revistas Study in the USA®

Lisa Springer, Decano Assistente e Professora Clínica do Instituto de Língua Americana (American Language Institute), Faculdade de Estudos de Extensão e Profissionais da Universidade de Nova Yorque (New York University)